Colombo

Laboratório de Análise Físico-Química de Alimentos e Química

O que pode ser feito

  • Desenvolver projetos nas áreas de carnes, leites, vegetais e bebidas, contemplando desde o desenvolvimento de novos produtos, e ações conjuntas com pequenos produtores para análises e melhorias de processo de produção de alimentos de origem animal e vegetal. Para essas ações é importante também o uso dos demais laboratórios com seus respectivos equipamentos;
  • No Laboratório de Processamento de Alimentos podem ser desenvolvidos projetos de Engenharia e Tecnologia de Alimentos, como por exemplo nas subáreas de Branqueamento, Secagem, Pasteurização, entre outros. Em conjunto com a Sala de Balanças, onde estão disponíveis equipamentos como balanças analíticas, colorímetro e texturômetro, e com o Laboratório de Análise Físico-Química de Alimentos, onde estão disponíveis estufas, é possível medir o efeito destes processos sobre a perda de umidade do produto ao longo do processo, e sobe qualidade de cor e de textura dos alimentos processados;
  • Análise de produtos derivados de frutas: serão necessários os laboratórios de processamento de alimentos, análise físico química de alimentos, sala de reagentes, sala de balanças e laboratório de microbiologia. Será possível desenvolver produtos aplicando diferentes tecnologias, assim como analisar produtos já processados;
  • Estudo de embalagens biodegradáveis. Necessidade de equipamentos: Balanças, Seladora, Estufas com circulação de ar e pHmetro. Os laboratórios utilizados são: Análise Físico-Química de Alimentos, Processamento de Alimentos, Sala de Balanças e Sala de estufas.

Projetos desenvolvidos

  • Kombucha: de bebida probiótica a tecido biodegradável;
  • Desenvolvimento de Biscoitos tipo cookies contendo borra de café;
  • Maximização de atividade antioxidante em iogurte de frutas vermelhas;
  • Boas Práticas de Fabricação na manipulação de Alimentos;
  • Efeito de Diferentes Biofilmes na Conservação de Vegetais (finalizado);
  • Desenvolvimento e Aceitabilidade Sensorial de Geleia de Melancia (finalizado);
  • Avaliação da atividade antioxidante da gabiroba e seu potencial uso em alimentos lácteos.

Principais equipamentos

  • 5 Agitadores de tubos tipo vórtex;
  • 2 Agitadores magnéticos com aquecimento 10 litros;
  • 1 Agitador magnético com aquecimento 20 litros;
  • 1 Banho maria digital 30 litros;
  • 1 Banho ultrassônico;
  • 1 Barrilete em PVC – 50 litros;
  • 1 Barrilete em PVC com torneira e visor de nível, cap 50 l;
  • 1 Bureta digital 50 mL;
  • 2 Caixa de som portátil;
  • 1 Chapa aquecedora com controle digital;
  • 1 Conjunto lavador de pipetas em PVC (4peças);
  • 1 Cronômetro digital profissional (13 unidades);
  • 1 Deionizador de água 50 litros/hora;
  • 2 Dessecador em vidro;
  • 1 Destilador de água em aço inox AISI 304;
  • 1 Destilador de nitrogênio;
  • 1 Digestor de fibra em Becker 127/220 volts;
  • 2 Estufas de secagem com circulação de ar;
  • 1 Evaporador rotativo a vácuo;
  • 2 Extratores de gordura e lipídios;
  • 1 Manta aquecedora para balões;
  • 2 Medidores de pH de bolso;
  • 10 Paquímetros universais;
  • 1 Placa de aquecimento com agitação magnética;
  • 1 – Projetor multimídia tipo teto e mesa;
  • 2 Refratômetros portáteis;
  • 2 Refratômetros portáteis digitais.

Responsável

Marco Antonio Benedetti Durigan

Docente

Topo