/ notícias / Jovens talentos do IFPR são premiados na 8ª FIciencias

Jovens talentos do IFPR são premiados na 8ª FIciencias

Publicado em

Grupo de pessoas agachadas com outras em pé ao fundo mostrando uma bandeira com o símbolo do Instituto Federal do Paraná
Delegação do IFPR presente na 8ª FIciencias

Foram realizados, no dia 09 de novembro, a cerimônia de premiação e o encerramento da 8ª Feira de Inovação das Ciências e Engenharias (FIciencias). Ao todo, o IFPR levou 12 prêmios, sendo quatro passaportes para eventos, cinco segundos lugares, dois primeiros lugares em diferentes categorias e o primeiro lugar geral. O evento teve início no dia 05 de novembro, e foi realizado em Foz do Iguaçu (PR).

Confira a premiação

O projeto “Desenvolvimento de um microscópio alternativo fabricado em impressora 3D”, do Campus Paranaguá, levou o troféu de melhor projeto da Ficiencias 2019. O projeto também foi premiado na categoria “Criatividade e Inovação”.

O trabalho, desenvolvido pelos alunos do curso Técnico em Meio Ambiente, Davi da Silva, Eduarda Mendes e Giovana Pereira, com orientação de Rafael Kawano e Fernanda Sezerino, consiste no desenvolvimento de uma modelagem plástica impressa em 3D, com uma lente de aumento acoplada, e um formato ideal para se encaixar em smartphones.

“Esse prêmio é resultado da ótima orientação que recebemos dos nossos professores, da nossa união como equipe e do apoio dado pelo IFPR. Agora temos mais estímulos para seguir avançando em nossas atividades e beneficiar mais pessoas”, ressalta a estudante Giovana Pereira”. 

Numa atitude inédita, a organização do evento resolveu dar dois primeiros lugares, contemplando também o projeto “Masteca: uma nova forma de pensar através da inteligência artificial e a educação 4.0 dentro da geometria aplicada à inclusão – fase 2”, do Sesi Curitiba.

Na categoria “Engenharias”, o projeto “A Utilização do IFAgroTech na prática da aprendizagem transformadora”, do Campus Capanema, conquistou o 1º lugar. O projeto foi desenvolvido pelo estudante André Dengo e orientado pelos professores Cleber Serafin e Kellerman Godarth.

Na categoria “Ciências Exatas e da Terra”, o 2º lugar ficou com o Campus Jacarezinho, com o projeto “Sistema para auxílio às sessões de fisioterapia”, orientado pelo professor Héber Morais e desenvolvido pelo aluno André Giron .

Na categoria “Ciências Humanas”, a terceira colocação foi para o projeto “Estereótipos e percepções da juventude sobre o Feminismo Instituição de Ensino”, do Campus Campo Largo. O trabalho foi orientado por Fábio da Cruz e desenvolvido pela aluna Nicole Cünegunde. O trabalho também foi premiado com o “Passaporte Milset”, evento científico que ocorrerá em Fortaleza (CE).

Também na categoria “Ciências Humanas”, a segunda colocação ficou com o Campus Londrina. O projeto “O uso de TICs na formação do técnico em Biotecnologia: reflexos e contribuições da formação docente” foi realizado pelo aluno Emmanuel Lima e orientado por Mariana Lachel. 

O Campus Londrina também levou o 2º lugar na categoria “Ciências da Saúde”, com o projeto “Encontrando o foco: um perfil dos usuários de Ritalina na cidade de Londrina”, da aluna Laura Rocha, orientada pela professora Ariela Oliveira, e o 2º lugar na categoria “Ciências Biológicas”, com o trabalho “Avaliação do potencial fitorremediador da alface d’água (pistia stratiotes) na descontaminação de ambientes aquáticos poluídos por manganês”, da aluna Maria Acioli Silva, e orientado por Flavia Trzeciak.

Na área técnica “Desenvolvimento Sustentável – Perspectiva Social”, o projeto “#EscritoPorElas”, do Campus Jaguariaíva, conquistou a segunda colocação. O trabalho foi desenvolvido pelos alunos Izabelle Mauricio, Amanda da Silva e Ana de Souza, e orientado por Lisandra Nadai e Rodolfo Caversan.

O projeto “IF Projetos: plataforma web para divulgação dos projetos do IFPR Campus Quedas do Iguaçu e suas atividades”, desenvolvido pelo aluno Gustavo Vier e orientado pelo professor Flávio Cechim, do Campus Avançado Quedas do Iguaçu, recebeu o passaporte Febrace.

O prêmio “Passaporte ExpociteciBr” foi para o projeto “Percepções sobre gravidez na adolescência”, do Campus Campo Largo, com a aluna Laura Camilo, sob orientação de Fábio da Cruz. O projeto do Campus Londrina “Sistema para auxílio as sessões de fisioterapia”, premiado na categoria “Ciências Exatas e da Terra”, também recebeu o passaporte.

Visite o site da 8ª FIciencias.

Leia mais

Topo