Sobre o SEI

O que é?

O Sistema Eletrônico de Informações (SEI) foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), e é uma ferramenta de gestão de processos eletrônicos instituída como referência, para todos os órgãos públicos do país, e no IFPR, em substituição ao módulo protocolo do Sistema Sipac. Por meio do sistema é realizada a criação e tramitação dos processos e documentos.

Trata-se de uma plataforma que engloba um conjunto de módulos e funcionalidades que promovem a eficiência administrativa. Com uma interface amigável, o sistema sugere a adoção de práticas inovadoras de trabalho, como uma atuação 100% digital, pois toda a documentação oficial irá realizar a tramitação dentro do sistema, sem uso de papel, o que permite ganhos em agilidade, economicidade e redução de ocupação física e de tempo despendido para a realização das atividades funcionais.

Finalidade do sistema

Devido suas ferramentas, o SEI é considerado uma estratégia inovadora para toda a administração pública e tem o objetivo de gerir os processos e documentos eletrônicos em âmbito institucional e, futuramente, entre instituições.

Benefícios do sistema

A adoção do SEI implica em diversas vantagens como:

  • Agilidade nos processos: o SEI incorpora novo conceito de processo eletrônico, que rompe com a tradicional tramitação linear, característica do processo em papel. Diferentes unidades podem ser demandadas simultaneamente a tomar providências e manifestar-se no mesmo expediente administrativo, sempre que os atos sejam autônomos entre si.
  • Segurança nos trâmites: é mais confiável e seguro, limita que processos sejam extraviados os fraudados durante sua tramitação;
  • Possibilidade de acessar remotamente: o sistema é 100% digital e pode ser acessado por meio dos principais navegadores: Internet Explorer, Firefox e Google Chrome. Poderá ser acessado remotamente por diversos tipos de equipamentos, como notebooks, tablets e smartphones de vários sistemas operacionais (Windows, Linux, IOS da Apple e Android do Google). Isto possibilita que os usuários trabalhem a distância;
  • Controle dos níveis de acesso: permite acessos diferenciados para usuários externos, permitindo que tomem conhecimento de expedientes administrativos que sejam de seu interesse, assim como permite o trâmite de processos restritos e sigilosos, somente para usuários específicos, quando for o caso;
  • Facilidade de uso do sistema: o SEI é intuitivo, estruturado para boa navegabilidade e usabilidade.

Topo