Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR INSTITUTO FEDERAL Paraná
Início notícias Trabalhos do IFPR são premiados na V Ficiencias

Trabalhos do IFPR são premiados na V Ficiencias

Publicado em

Entre os dias 08 e 11 de novembro, foi realizada a V Feira de Inovação das Ciências e Engenharias (V Ficiencias), no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), e o Instituto Federal do Paraná teve 19 trabalhos premiados. Este ano o evento optou em não distinguir as colocações, premiando os três melhores de cada categoria.

O bom resultado é ressaltado pelo professor Marcelo Estevam, Pró-Reitor de Extensão, Pesquisa e Inovação: “A importância dos nossos eventos internos, como o Se²pin, é evidenciada ao acompanharmos a participação dos servidores e estudantes em eventos externos, sendo premiados e, especificamente na Ficiencias, trocando experiências com participantes internacionais”.

Do Campus Curitiba, na categoria de melhores trabalhos na área de Saúde, foi premiado o trabalho “Harmonia – aplicativo para auxiliar pessoas com Síndrome do Pânico”, dos alunos Carolina Arenas, Eduardo Schumacher e Enzo Maruffa, orientados pela professora Elaini Angelotti. Este trabalho também foi premiado na categoria de melhores trabalhos na classificação geral. Na categoria de melhores trabalhos na temática de Bem-Estar Físico e Saúde Mental, foi premiado o “Appzheimer – aplicativo para auxiliar portadores de Alzheimer”, das alunas Luise Moura, Marcella Scholze e Gabriela Pereira, orientadas também pela professora Elaini Angelotti.

De Ivaiporã, foram premiados os trabalhos “Ao infinito e além: Astronomia para comunidade”, do aluno Gabriel Montanha, orientado por Adriano Ortiz, “Silagem de milho crioulo inoculadas com produtos naturais de baixo custo”, dos alunos Cauê Miranda, Laura Natário e Lucas Len, orientados por Gisele Mouro, “Infolibras”, da aluna Caroline Januario, orientada por Jaison Fernando, “Comunicação entre docente e discente e seu reflexo no ensino-aprendizagem”, da aluna Danielli Lira, orientada por Ronan Anacleto, “Aplicação da visão computacional no estudo, análise e identificação de fungos”, de Daiane Portela e Bruna Lendzion, orientadas por Ricardo da Silva, e “Avaliação da disponibilidade de fósforo em solo fertilizado com Leucena de Wit e tratado com medicamentos homeopáticos”, do aluno Heitor Lizarelli, orientado por Matheus Falleiros.

Do Campus Jacarezinho, três projetos foram premiados. Orientados pelos professores Héber Morais e Renata Tardelli, o trabalho “Ensino de métodos de ordenação de vetor para pessoas com deficiência visual”, dos estudantes Igor Silva e Otávio Oliveira, foi premiado como melhor trabalho de Ciências Exatas e da Terra. ORepositório on-line da fábrica de software”, das estudantes Aline Gonçalves e Mayara Ermini, foi premiado como o melhor trabalho de Indústria. Como o melhor trabalho de Urbanidade, foi premiado o “Sistema de gerenciamento de linhas para usuários e empresas de transporte público”, do aluno Gabriel Pinheiro.

De Paranavaí, sete trabalhos foram premiados. O “Suco de laranja com lactobacilos vivos, vitamina C e fibra natural da chicória”, dos alunos Emanoele dos Santos, Dairane Gabriela e Mateus Lopes, orientado por Tatiana Pimentel e coorientado por Carlos Barão, foi premiado como um dos melhores trabalhos na área de Ciências da Saúde. O trabalho “Sorvete de arroz com sabor de frutas: opção para intolerantes à lactose, alérgicos ao leite, com colesterol alto ou vegetarianos” também foi um dos melhores trabalhos na área de Ciências da Saúde. Este trabalho é das alunas Damarys Vergílio e Gabriela Santinone, orientadas por Tatiana Pimentel e coorientadas por Suellen Klososki.

Agraciado como destaque na temática Indústria, o trabalho “Elaboração de azeite de uva pigmentado com substâncias naturais extraídas de resíduos agroindustriais” foi elaborado pelas alunas Giovanna de Mello e Jéssica da Silva, orientado por Aline Finger e coorientado por Renata Antunes. O trabalho “Conservação de laranjas por meio de emprego de película de amido ácido modificado”, dos alunos Pedro da Silva, Natália da Silva e Thales de Oliveira, orientado por Suellen Klososki e coorientado por Tatiana Pimentel, foi destaque na temática Alimentação.

Também de Paranavaí, o trabalho “Iogurte de arroz orgânico: aproveitamento de subproduto da indústria arrozeira” ganhou na Credenciais para a Febrace 2017, tendo os alunos Bianca Pazinato, Eloísa Benedetti e Eduardo Drojinski como autores. Eles foram orientados por Tatiana Pimentel e coorientados por Suellen Klososki. “Automático de temperatura e vazão de água”, dos alunos Brenner Bressan, Eli Matheus e Pedro Henrique, orientado por Thiago Tonon e coorientado por Edno Gentilho, foi destaque na temática Educação. O trabalho “Análise da qualidade de energia em gerador de indução trifásico” obteve destaque na temática Energias, e foi realizado pelos alunos Juliana Pitta, Vinícius Silva e Marcus Vinícius; o orientador foi Júlio Estéfano.

Do Campus União da Vitória, o trabalho “Oficina de matemática: medindo distâncias com um círculo”, dos alunos Alan Matulle e Kauana Pereira, sob orientação do professor Ederson Marcelino da Silva, foi premiado na categoria Ciências Exatas. “Acredito que para os alunos, mais que a contribuição de conhecimento acadêmico e científico, o que mais marcou foi saber que estavam ali aproveitando aquela semana cheia de atividades graças ao estudo e dedicação que tiveram desde quando ingressaram no IFPR”, comenta Ederson.

Leia mais sobre a V Ficiencias

Galeria de Fotos

Topo