Portal Padrão Barra de Identidade Visual do Governo Federal na Internet - APLICAÇÃO do Governo Brasileiro

IFPR e UTFPR juntas através da fundação de apoio

Publicado em 11/05/2018

Nesta sexta-feira (11), o Conselho Universitário da Universidade Tecnológica Federal do Paraná aprovou a autorização para que a Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico da UTFPR (Funtef) possa ser a fundação de apoio do IFPR. Agora, o credenciamento deve ser autorizado pelo Ministério da Educação (MEC) e Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTIC).

De acordo com o reitor pro tempore do IFPR, Odacir Antonio Zanatta, a aprovação é essencial para ações de ensino, pesquisa e inovação da instituição no que tange a captação de recursos “por um lado, temos o cenário de que muitos convênios e termos de parceria exigem uma fundação para o trâmite de recursos. De outro, o crescimento exponencial das ações de ensino, pesquisa, extensão e inovação no IFPR. Esse importante passo de credenciamento junto a nossa parceira UTFPR converge de forma sinérgica aos interesses da instituição e, mais ainda, ao compromisso de uma educação pública, gratuita e de qualidade”. O pró-reitor de extensão, pesquisa, pós-graduação e inovação, Marcelo Estevam complementa: “a fundação de apoio, de forma muito rápida, costuma amparar o trabalho de professores e estudantes através da viabilização, na totalidade, dos projetos científicos, acadêmicos, sociais, artísticos, culturais”.

Segundo o Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (Confies), “Fundação é uma instituição de fins determinados, conforme vontade de seu instituidor, formada pela atribuição de personalidade jurídica a um complexo de bens livres, ou seja, seu patrimônio. Poderão ser instituídas em conformidade com os incisos I ao IX do art. 62, do Código Civil”.

Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) e Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs), caso do IFPR, têm possibilidade de serem apoiadas por fundações. As relações podem ser formalizadas por meio de contratos, convênios, acordos ou ajustes individualizados com objetos específicos e prazos determinados. Os prazos variam de acordo com os planos de trabalho validados por ambas instituições. Ainda segundo o Confies, como regra geral, as Ifes ou ICTs editam resoluções por meio de seus colegiados superiores a fim de determinar diretrizes, procedimentos, direitos e deveres de atuação destas e das Fundações de Apoio para regulamentar a atuação dos servidores docentes e técnicos administrativos.

Facilidade no Processo Seletivo

O processo de seleção de novos estudantes, que acontece anualmente no segundo semestre também será beneficiado com esse acordo. “Há vários anos temos trabalhado com a Funtef na implementação dos nossos processos seletivos. A sua aprovação como nossa fundação de apoio consolida essa parceria importante e permitirá um trabalho mais próximo e contínuo, bem como agilizará os processos de contratação, aprimorando a qualidade dos procedimentos de ingresso de estudantes”, declara o pró-reitor de ensino, Amarildo Pinheiro Magalhães.

Galeria de Imagens