Página Inicial » notícias » IFPR oferece curso preparatório gratuito para a prova do ENEM

IFPR oferece curso preparatório gratuito para a prova do ENEM

10 | 08 | 2012 - 20:05

 

O Instituto Federal do Paraná, por meio da Educação a Distância (EAD), passa a oferecer a partir deste sábado, dia 11 de agosto,  o curso Pré-EnemIFPR, voltado para estudantes que sonham em ingressar em uma universidade por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). As aulas, aos sábados, das 14h ás 17h15, serão ao vivo e transmitidas por dois canais via satélite e terminam em 27 de outubro.

“Trata-se de projeto de extensão do IFPR, inteiramente gratuito, material didático inclusive, com professores voluntários de reconhecida competência em sala de aula e que irá beneficiar principalmente os alunos carentes e todo aquele que deseja um bom desempenho no exame”, explica a professora Andrea dos Santos Rodrigues, coordenadora do projeto.

“Durante o curso, os professores vão resolver questões nas áreas que envolvem a Língua Portuguesa, Literatura, Arte, Educação Física, Língua Estrangeira Moderna (Espanhol e Inglês), Matemática, Biologia, Física, Química, História, Geografia, Filosofia, Sociologia e a Produção de Textos, a parte discursiva da avaliação”, explica o professor Marlus Geronasso, também coordenador do Pré-Enem IFPR. Marlus Geronasso enfatiza que apesar do  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estar em sua 13ª edição, os estudantes ainda tem dúvidas e um certo desconhecimento em relação a forma com que as questões são postuladas, especialmente em relação à interdisciplinariedade. Por isto, o curso Pré-Enem IFPR tem professores voluntários, todos com passagens por pré-vestibulares, gabaritados para estimular o aluno na compreensão das questões, compreendendo o diálogo entre as disciplinas que é proposto pelo Exame, não apenas em grandes áreas, mas também entre elas.

Para participar, o estudante deve se dirigir a um polo parceiro do IFPR na sua região. Segundo o EAD/IFPR, os municípios que já firmaram parceria são: Bituruna, Coronel Domingos Soares, Iguaraçu, Mariopolis, Morretes, Nova Fátima, Ourizona,  Palmital, Santa Inês, Santa Lucia, Tamboara, Virmond e Três Barras do Paraná.

O material didático estará disponível para download no portal do Câmpus EAD, com livre acesso, assim como as aulas. O curso também vai contar com tutoria – professores que estarão disponíveis durante a semana para tirar dúvidas dos estudantes por meio de uma linha 0800.

Para mais informações, acesse a página do curso Portal do EAD/IFPR

Com informações do EAD

Últimas Notícias

 

CARTA ABERTA À COMUNIDADE DO IFPR

Caros(as) Servidores(as) e Estudantes do IFPR,

Nas últimas semanas, o debate em torno do processo deflagrado pelo Conselho Superior e respectiva Resolução aprovada para consulta escolar e acadêmica dos cargos eletivos de Reitor, Vice-Reitor e diretores de campi, conforme ação civil pública Nº 5026957-62.2014.404.7000, interposta contra o IFPR e a União Federal, sendo determinada para cumprimento imediato pela Justiça Federal, por meio de liminar, para a suspensão do mandato de um Reitor eleito e inaugurasse imediatamente a escolha de novos dirigentes, tomou os espaços de debate, democraticamente, no IFPR. No entanto, as legítimas manifestações da comunidade escolar e acadêmica do IFPR, se voltam, nesses dias, prioritariamente, ao debate e ao direito de escolha dos seus dirigentes, no sentimento cerceado pela Resolução proposta, discutida e aprovada na autonomia do seu Consup em 02/09/14. Cabe aqui salientar a dificuldade submetida a este Conselho para o cumprimento da ordem judicial. O Consup é o “órgão máximo, normativo, consultivo e deliberativo...” da Instituição e deparou-se no debate exaustivo dos conselheiros sobre a matéria supracitada por quase 3 horas. A questão central foi em torno da proposição da Resolução para o processo de escolha e as respectivas alterações, durante a discussão, em torno de a) como atender e estabelecer critérios para cumprimento de uma determinação judicial imediata para eleição do cargo inexistente de Vice-Reitor e dos diretores de campi, considerando-se que os campi novos terão seu primeiro processo seletivo regular para 2015, concurso docente e técnico-administrativo para os próximos meses; ou b) o cumprimento da legislação, cabendo consulta, neste momento, somente para os cargos de Reitor e diretor dos campi de Curitiba e Paranaguá e o risco do não cumprimento da determinação judicial. Durante a sessão transmitida, na íntegra, ao vivo, o Consup voltou-se a atender o cumprimento de uma ordem judicial de imediato. Faz-se necessário frisar que o Consup é composto por representantes de professores, alunos, técnicos, representantes externos e da sociedade civil (patronal, dos trabalhadores e do setor público), do MEC, dos diretores gerais, dos pró-reitores e do último ex-Reitor do IFPR, presidido pelo Reitor. Portanto, na reunião do dia 02/09 estiveram presentes 21 conselheiros e o presidente, sem manifestar voto, em um total de 22 pessoas. Dos conselheiros votantes, 18 foram favoráveis, 2 contrários e houve 1 abstenção. Entretanto, pela importância da matéria, isso não representa que o mérito da mesma seja de concordância da comunidade escolar e acadêmica ou que não haja possibilidade de rever atos. Obviamente, há muito que melhorar, até porque é processo educacional de uma instituição nova, com quase 6 anos de trajetória, porque busca-se estruturar, em sua complexidade e necessidades regionais e de cursos, os campi, ao mesmo tempo que inaugura-se a instalação de novas unidades. Cabe aqui, frisar que vivemos um Estado Democrático de Direito, republicano, sendo que a organização institucional está pautada em inúmeros colegiados de curso, comissões, conselhos eletivos (Colégio de Dirigentes de Câmpus, Conselho de Administração e Planejamento, Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, Conselho Superior) e algumas agremiações estudantis, nos campi, de representação e participação em torno de uma complexidade de relações sociopolíticas indo ao encontro aos anseios de professores, técnicos e estudantes. Portanto, o modo deste gestor conceber os processos educacionais e posicionar-se diante dos mesmos lhe é próprio, mesmo considerando-se o fato de participar de um mandato da atual gestão. Em respeito aos servidores e aos estudantes do IFPR, a discussão em torno da identidade do Instituto, no seu processo legítimo de escolha dos seus dirigentes, não poderia ser ignorada nos debates internos diante dos manifestos, orais ou por escrito, que estão sendo encaminhados à Reitoria. Considerando-se a autonomia do Conselho Superior do IFPR, porém, indo ao encontro e respeitando-se a voz da comunidade escolar e acadêmica na sua relação mútua com a sociedade, razão pela qual há a institucionalidade, no seu direito legítimo de escolha, este Reitor Substituto, regimentalmente, “fará convocação de sessão extraordinária do Conselho Superior do IFPR”, para submeter ao debate a Resolução CONSUP/IFPR n. 19 de 02/09/2014, com plena autonomia do egrégio Conselho, para discussão e possível alteração dos seus artigos e/ou a revogação da mesma e/ou apresentação de outra normativa, se assim for o entendimento de seus membros em sua autonomia propositiva, consultiva e deliberativa. Se, assim for necessário, para substanciar o debate dos conselheiros na reunião extraordinária, estes poderão definir por uma convocação de um “referendum” a toda comunidade escolar e acadêmica do IFPR sobre a referida Resolução no intuito que seja respaldado e garantido o interesse coletivo. Por fim, o cumprimento da ordem judicial será sempre respeitado e mantido, sendo comunicado e justificado os atos ao Juiz por meio da Procuradoria Federal. Peço à comunidade escolar e acadêmica a tranquilidade institucional e a continuidade das atividades escolares e acadêmicas. Sempre à disposição ao diálogo com a comunidade. Cordialmente, EZEQUIEL WESTPHAL Reitor Substituto do IFPR ezequiel.westphal@ifpr.edu.br