Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR INSTITUTO FEDERAL Paraná

Estudantes do Campus Avançado Goioerê participam da XIV Semana da Criança Cidadã em Maringá

Publicado em

No dia 06 de outubro, os estudantes do segundo ano do curso de Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio do Campus Avançado Goioerê participaram da XIV Semana da Criança Cidadã – Crianças e Adolescentes: Histórias de Resistências, promovido pelo Programa Multidisciplinar de Estudos, Pesquisa e Defesa da Criança e do Adolescente (PCA).

Participação dos Alunos
No evento, os alunos do IFPR tiveram a oportunidade de apresentar duas cenas teatrais que foram desenvolvidas durante as aulas de Arte do professor Marcelo Adriano Colavitto. Além disso, participaram de uma mesa de debates tendo com parâmetro o estudo do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A participação do Campus Avançado Goioerê foi extremamente elogiada pelos organizadores do evento, contribuindo de forma definitiva com o êxito do congresso e com a formação cidadã dos alunos. Segundo o Diretor Carlos Henrique Furtado, a participação dos alunos nestes eventos estimula saberes que vão além das “paredes da escola”, enriquecendo o aprendizado e ampliando uma visão crítica dos problemas econômicos e sociais. Além disso, a participação dos alunos em eventos como este, vai de encontro com a missão do IFPR que é “Promover a educação profissional e tecnológica, pública, de qualidade, socialmente referenciada, por meio do ensino, pesquisa e extensão, visando à formação de cidadãos críticos, autônomos e empreendedores, comprometidos com a sustentabilidade”.

O Evento
O evento XIV Semana da Criança Cidadã – Crianças e Adolescentes: Histórias de Resistências, promovido pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), teve como objetivo discutir a Educação Social no âmbito internacional e nacional, a fim de tornar eficaz as discussões sobre a Educação Social no Brasil, com o intuito de constituir políticas públicas e socializar saberes práticos sobre a infância educacional, e teve como público-alvo profissionais da área educacional, educadores sociais, professores, alunos, investigadores, profissionais de diferentes campos do conhecimento e interessados na área da infância.

Topo